sexta-feira, agosto 29, 2014

CXXIV


Com cuidado, com carinho
procuro a palavra mais sincera,
a palavra tão leve que aqueça
seus seios, seu ventre, você!

Com dedos, com tatos
pretendo encontrá-la sonhando
um dia de entrega e beleza 
entre os olhos e seus olhares!

Com calma, com ciência
construo aos seus destinos
pequenas escolhas, procelas

com ondas e ventos de eternidade!

2 comentários:

sblogonoff café disse...

Com ondas, eventos, calamidades
e mesmo assim, com amor!

Ricardo Aquino disse...

O que se pode fazer? Sem ele, este tal amor, paira o torpor!